Mais de 500 pessoas definem estratégias do PMN

Candidatos e apoiadores transformam reunião em momento épico para um dos partidos que mais cresce no DF


"Hoje, o PMN atinge outro status no Distrito Federal. Estamos deixando de ser apenas um partido político para nos transformarmos em uma ideologia", discursa Lucas Kontoyanis, presidente da legenda é um dos mais tradicionais líderes políticos da região. A mensagem foi dada neste domingo, durante convenção partidária, no SAAN.
  

Fotos: Renato Santos.

Cerca de 500 pessoas entre pré-candidatos e apoiadores estiveram no local, onde foram relatados os próximos passos a serem dados pelo grupo. "Aqui no PMN todos tem chance de ser eleitos, ninguém será escada de ninguém", prometeu o dirigente máximo do Partido da Mobilização Nacional.

Entre as decisões ficou no ar a possibilidade de lançar candidatura própria ao Governo do Distrito Federal. O nome, no caso, seria do Coronel Moreno, que atualmente está na ativa e trabalha no Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar do DF.

Além disso, ficou definido que o partido vai lançar 25 pré-candidatos a distrital e nove a federal. A expectativa é eleger, pelo menos, dois para a Câmara Legislativa do DF, e um para o Congresso Nacional. "A nominara está forte. As propostas estão boas. Todos nós estamos completamente imbuídos no espírito de propor coisas novas para um novo DF. Empregabilidade, qualificação profissional, defesa e proteção social e segurança pública, tudo que nossa comunidade precisa em um só partido", discursa Renata D'Aguiar, uma das apostas do PMN para essas eleições.

Nos próximos dias, mais decisões e definições vão ser estabelecidas pelo partido. Kontoyanis, conhecido por elevar nomes sem expressão à condição de eletivos, estuda novas propostas a serem divulgadas em breve.

Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال