Mais de 500 jovens concluem cursos de qualificação profissional

Após período de isolamento devido à pandemia, turmas das unidades do Centro de Juventude de Ceilândia, da Estrutural e de Samambaia Norte se reúnem para entrega de certificados



Em noite de festa, mais de 500 alunos dos Centros de Juventude de Ceilândia, de Samambaia Norte e da Estrutural participaram da formatura das oficinas e cursos gratuitos. A cerimônia, que aconteceu no último sábado (30), lotou a quadra de esportes do CCM Centro Educacional 7 de Ceilândia com a presença de jovens, famílias, professores e autoridades.Apresentação dos jovens da oficina de violão | Foto: Divulgação/Sejuv

O palco do evento contou com apresentações e depoimentos dos jovens, além da entrega dos certificados de capacitação e qualificação para as turmas de oficinas de violão, empregabilidade, karatê, breakdance/hip-hop, técnicas avançadas e práticas do cuidar, cozinha de sucesso, muay thai, biojoias e teatro, e também dos cursos profissionalizantes de assistente administrativo e massoterapia.

Mesmo durante a pandemia, o Centro de Juventude não parou. Para superar as restrições impostas pelas medidas de isolamento social, foram oferecidos atendimentos na modalidade de Ensino a Distância em cozinha de sucesso, cuidador de idoso, empregabilidade e teatro. Ao todo, 3.364 jovens foram capacitados nesse período, mas receberam individualmente seus certificados. Com o avanço da vacinação, tornou-se possível a comemoração presencial das turmas no primeiro semestre de 2022.

Parceria da Secretaria de Juventude do DF e da Agência de Transformação Social (Iecap), os centros de Juventude atendem jovens de 15 a 29 anos em situação de vulnerabilidade social. Em cinco anos de funcionamento, as unidades de Ceilândia, da Estrutural e de Samambaia Norte formaram mais de 16 mil alunos.

Nos locais são oferecidos gratuitamente cursos de qualificação profissional, atividades de convivência, saúde, desenvolvimento socioemocional, esporte e lazer, cultura, formação para o empreendedorismo, acompanhamento psicossocial, prevenção ao uso de drogas ilícitas e ações sociais e comunitárias.

“O Centro de Juventude é uma política pública efetiva, que gera transformação na vida dos jovens que por ali passam. Temos orgulho de todo o trabalho que vem sendo desenvolvido em cada unidade. Acreditamos que esse é o caminho certo”, destaca a secretária de Juventude do Distrito Federal, Luana Machado.

Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال